O Ministério Público denunciou um casal suspeito de matar uma jovem de 20 anos, no início de abril, na cidade de Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com o MP, a esposa do homem exigiu de seu companheiro a morte de Vitória Luiza da Silva, com quem ele mantinha uma relação extraconjugal, como condição para a continuidade da relação entre eles. O corpo de Vitória foi encontrado carbonizado.

Após a denúncia do Ministério Público, acatada pela Justiça, os suspeitos tiveram a prisão preventiva decretada. O MP havia pedido a mudança da prisão, inicialmente temporária (30 dias), após o inquérito policial apresentar fortes indícios de que o casal cometeu o crime em conjunto.

De acordo com a denúncia, o assassinato de Vitória foi premeditada pelo casal. Ao descobrir que o homem era casado, a jovem se distanciou dele. Entretanto, a esposa teria pedido a morte da vítima para que continuasse com ele. 

Ainda conforme o MP, eles teriam atraído Vitória sob o pretexto de um encontro amoroso, sem que a vítima soubesse da presença da esposa. Os suspeitos levaram a um local afastado, onde o homem teria efetuado um disparo com arma de fogo que atingiu a vítima na região da cabeça. Acreditando terem matado Vitória, eles fugiram, porém, retornaram para se livrar do celular dela. Ao chegar no local novamente, eles notaram que ela ainda estava viva, momento em que teriam decidido atear fogo na jovem.

Do: Bnews


Postar um comentário

 
Top