Jogador fechou tanto o seu perfil oficial no Instagram quanto o Twitter

O jogador William Tesillo, da seleção da Colômbia, bloqueou suas redes sociais após receber ameaças de morte. Na segunda-feira (1º), o jogador confirmou que ele e sua mulher, Daniela Mejia, receberam mensagens que desejavam a morte do atleta, porque ele perdeu o pênalti diante do Chile, nas quartas de final da Copa América, que culminou com a eliminação dos colombianos da competição.
Tesillo fechou tanto o seu perfil oficial no Instagram quanto o Twitter para não receber mais mensagens. Os ameaçadores disseram que gostariam que ele tivesse o mesmo destino que Andrés Escobar, que foi morto a tiros após marcar um gol contra que ajudou a eliminar a Colômbia da Copa do Mundo de 1994.


"Escreveram para a minha esposa e ela publicou. Escreveram para mim também", afirmou o jogador de 29 anos ao jornal "El País".

A polícia colombiana está investigando as ameaças feitas nas redes sociais direcionadas ao jogador e à sua família. Mas uma investigação formal ainda não havia sido aberta pois Tesillo não havia dado queixa às autoridades.
Reações:

Postar um comentário

 
Top