Foto: Divulgação/ SSP
Foto: Divulgação/ SSP
Quatrocentos e cinquenta e um mil e seiscentos dólares [R$ 1,452 milhão segundo cotação do dólar desta quinta-feira (15)] foram recuperados pela Polícia Civil da Bahia, durante operação realizada em Caçapava, São Paulo, na quarta-feira de cinzas. O valor, que ultrapassa a casa do R$ 1 milhão de reais, é fruto da extorsão mediante sequestro, pago pela família do empresário e ex-prefeito de Valença Ramiro José Campêlo Queiroz, para a libertação da vítima. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o montante foi apreendido em uma churrascaria na Rodovia Presidente Dutra, com quatro envolvidos no crime, ocorrido no mês de janeiro. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública. Os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luís Maciel Santos já estão presos na Delegacia Antissequestro da Polícia Civil de São Paulo, que também apoiou a operação. Ramiro José Campêlo de Queiroz, de 70 anos, foi sequestrado no dia 18 de janeiro desse anos e ficou com o grupo por 25 dias. De acordo com a polícia, o ele foi liberado no dia 12 de fevereiro, no Espírito Santo, após pagamento de resgate feito pela família.
Notícias de Santaluz
Reações:

Postar um comentário

 
Top