Com muita força, coragem e determinação, Megan Jayne enfrentou a doença e, agora, quer que outras meninas também aumentem sua autoestima
Megan Jayne tem 22 anos e já chegou a quase morrer por pesar apenas 28 kg. Desde pequena, quando tinha cinco anos, ela se sentia mal com o seu corpo na escola. Megan tinha medo de que as dobrinhas de sua barriga aparecessem quando ela fosse sentar. Com 14 anos, foi diagnosticada com anorexia nervosa, um dos estágios mais fortes da doença. 
 
Ela ficou internada em uma clínica de reabilitação e, ao sair, foi hospitalizada. Foi então que recebeu o diagnóstico de que teria apenas algumas semanas de vida. Nesse período, ela tinha que ficar de repouso e se alimentava apenas por sonda. 
Quase 95% das pessoas que sofrem com anorexia são mulheres que normalmente começam a sofrer deste transtorno alimentar durante a adolescência, segundo dados do portal DMedicina. Megan Jayne, por exemplo, tinha 14 anos quando essa doença quase acabou com a sua vida e ela chegou a pesar somente 28kg. Mas para sua felicidade, e de sua família, ela superou esta fase difícil. Agora, está muito orgulhosa de seu corpo, como se pode comprovar nas fotos. 
Ainda que não pareça, durante sua adolescência, ela passou um verão em uma clínica psiquiátrica um pouco antes de ser hospitalizada quando seu peso chegou aos 30kg. Assim que ela chegou no hospital, os médicos disseram que ela tinha apenas algumas semanas de vida. Além disso, a alimentavam através de uma sonda, já que ela se recusava a comer.
Depois de cinco anos de tratamento, e graças ao apoio de seu pai e de outras pessoas, Jayne aprendeu a amar seu corpo e começou a exibir em seu Instagram suas curvas saudáveis. Seu objetivo? Tentar fazer com que outras mulheres se sintam felizes com seus corpos e não tentem modificá-los para ajustá-los aos padrões de beleza estabelicidos pela sociedade.
“Quando me olho no espelho, vejo gordurinhas, celulites e milhões de defeitos que um tempo atrás me levaram para um ciclo de auto-ódio. Mas agora também vejo felicidade. Vejo a beleza além da imagem retocada do Photoshop. Vejo além do físico”, escreveu Megan em sua página da web.
A britânica começou a odiar o seu corpo quando tinha apenas 5 anos, quando já comparava sua barriga com a de suas colegas de classe. Mas foi na adolescência que a anorexia bateu na porta da sua casa: “Todas as minhas roupas ficavam grandes, meu cabelo ficou bem mais fino e eu sempre tinha frio”, confessou ao DailyMail.
Aos 16, depois de dois anos realizando uma lenta mas eficaz recuperação, foi quando Megan realmente se deu conta de que hora de recuperar a sua vida.
E ela conseguiu! Em um ano, atingiu três vezes seu antigo peso desde que começou a comer normalmente. Mas ainda assim, não se sentia feliz consigo mesma. 
Suas mensagens inspiradoras e sua falta de vergonha de posar somente de lingerie fizeram com que ela se tornasse um exemplo a ser seguido. E se você acha que não, então pergunte a um de seus quase 50 mil seguidores.
“Me dava muito medo posar de bíquini. Já passei horas olhando cada detalhe de uma foto pensando nas coisas terríveis que as pessoas poderiam falar sobre mim. As mesmas coisas que falaram durante anos. Mas eu fui muito bem-vinda na comunidade online e foi isso que me deu forças para contar minha história”, disse.

Reações:

Postar um comentário

 
Top