xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.5OUI8h3-1t
Foto: Reprodução / G1
O celular pessoal de João Carlos Souto, Secretário de Justiça do Distrito Federal, enviou fotos sensuais para um grupo do aplicativo Whatsapp. O problema é que as pessoas que receberam as fotos eram o governador Rodrigo Rollemberg, a primeira-dama, Márcia Rollemberg, presidentes de empresas públicas e outros chefes de pasta do Executivo. Segundo o G1, foram três registros em que uma loira aparece de bruços, apenas de calcinha, sobre uma cama. Casado e com filhos, Souto nega conhecer a protagonista das “nudes” e defende que havia emprestado o celular para um familiar. “É um erro meu em ter deixado meu celular, em ter cedido. É uma situação desagradável, não fui em quem enviou. É lamentável, é constrangedor. Foi um mal-entendido”, declarou. O secretário afirma que estava em casa quando foi alertado sobre as imagens. O Palácio do Buriti não quis comentar o caso.
Reações:

Postar um comentário

 
Top