Dois homens morreram e quatro foram presos nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (29), após furarem o bloqueio policial no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizado no km 172 da BR-101, no distrito de Humildes, em Feira de Santana. A operação, iniciada na noite de ontem, foi comandada pelo major Marco Aurélio, do Cipe Litorial Norte, com base na cidade de Esplanada.

Segundo a polícia, cerca de sete homens estavam em dois veículos, quando desobedeceram a ordem de parar ao passarem pelo ponto de fiscalização durante operação da PRF com o apoio de policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Litoral Norte (Cipe –LN). Houve perseguição e troca de tiros na rodovia sentido Cruz das Almas.

Durante a ação, o veículo Siena branco, de placa OZP-7401 (placa fria), capotou próximo à Fazenda Canaã, em Humildes, e mais à frente, o veículo Versa prata, de placa NZV-6610, licença de Muritiba (BA), que foi tomado de um aposentado, também capotou próximo a São Gonçalo dos Campos.


Dois deles ficaram feridos e foram socorridos para o Hospital de São Gonçalo por volta das 7h, mas não resistiram. Outros quatro foram presos e conduzidos ao Complexo de Delegacias de Feira de Santana, onde serão autuados em flagrante, e um continua foragido. Não foi informado se a causa das mortes foi devido ao acidente ou troca de tiros.

“Um dos veículos foi utilizado para tentar assaltar uma agência da Caixa Econômica em Muritiba, semana passada. Eles estavam retornando essa semana, para fazer uma explosão no Recôncavo, a gente ainda não sabe o local. Na abordagem, mandamos que o pessoal parasse e para nossa surpresa não parou e investiu contra as guarnições. Houve troca de tiros intensa. Nós acompanhamos esses veículos e eles acabaram capotando. Nós fizemos uma varredura no local e acabamos apreendendo as armas. Eles adentraram o mato e no decorrer da madrugada encontramos os que foram alvejados”, relatou o sargento Lins, em entrevista ao Acorda Cidade.



Acorda Cidade
Reações:

Postar um comentário

 
Top