whatsapp-image-2019-07-26-at-18.07.18
Cerca de 150 pessoas foram presas em flagrante enquanto participavam de uma rinha de galo, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, na sexta-feira (26).
Duzentos galos foram apreendidos e, de acordo com a polícia, todos serão sacrificados por falta de um lugar para abrigar as aves.
Os envolvidos na ação foram levados, em um ônibus, para a delegacia da cidade, onde prestaram depoimento. No local onde funcionava a rinha havia 27 baias, com seis gaiolas cada uma.
Os donos dos animais serão enquadrados pela Lei Ambiental e os apostadores devem responder pelo crime de jogos de azar.
Do G1
Reações:

Postar um comentário

 
Top