foto
Um vídeo gravado por uma câmera de segurança mostra o momento em que a carreta que provocou a batida com 6 mortos, na Bahia, capota e atinge um dos carros envolvidos no acidente.
Confira o vídeo clicando aqui.
O caso ocorreu em um trecho urbano da BR-242, na cidade de Seabra, na Chapada Diamantina, na quinta-feira (3). O carro que aparece nas imagens estava estacionado e foi o último a ser atingido pela carreta. Antes, o veículo bateu em um micro-ônibus e em um outro carro.
No vídeo, é possível obsevar a gravidade do acidente. Em menos de cinco segundos, a carreta aparece nas imagens, capota algumas vezes, atinge o carro e some do alcance da câmera. As imagens mostram, ainda, que um ônibus passava na rodovia no momento em que ocorreu a batida. O veículo passa ao lado do carro atingido pela carreta.
De acordo com a Polícia Civil, o acidente ocorreu por volta 9h de quinta-feira, na entrada da cidade de Seabra. À polícia, testemunhas relataram que a carreta, que saiu de Barreiras, no oeste da Bahia, perdeu o freio após descer uma ladeira, o que teria provocado o acidente. A polícia disse, no entanto, que as causas do acidente só poderão ser apontadas quando a perícia for concluída.
As seis vítimas mortas viajavam no micro-ônibus. O coletivo transportava 40 pessoas da mesma família. O grupo retornava para casa após uma festa de família realizada para comemorar a chegada do ano novo. Momentos antes do acidente os passageiros fizeram uma selfie.
O marido de uma das pessoas mortas, Renaldo de Souza Lima, falou que desistiu de viajar após mau pressentimento.
“Meu coração pediu que eu não fosse. Eu também senti por eles, que não era boa essa viagem, que já viajaram no ano passado, só que eles tinham vontade e eu não queria atrapalhar a vontade deles”, disse Renaldo.
Além da esposa, Angeline da Silva Sosta, de 33 anos, Renaldo perdeu também o sogro, Rosalvo Ferreira da Costa, de 60.
Os outros mortos foram identificados como Simoni Otília Gomes Silva, Rebeca Silva Oliveira, Delma Ribeiro da Silva, de 55 anos, e Thalita Ribeiro da Silva, de 31 anos, que é filha de Delma.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), muitos passageiros do coletivo estavam sem cinto de segurança, o que pode ter agravado a situação das vítimas, já que muitas delas foram lançadas para fora do veículo.
Além dos mortos, o acidente deixou 26 pessoas feridas, incluindo o motorista da carreta. De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), dez delas receberam alta nesta sexta-feira (4). Outras dez seguem internadas no Hospital Regional da Chapada Diamantina, em Seabra. Cinco foram transferidas para Salvador (três no Hospital Geral do Estado (HGE) e duas no Hospital do Subúrbio) e uma para o Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana.
.
G1
Reações:

Postar um comentário

 
Top