A festa da JS Produções, "Venha no Fusca 2018", um evento que cresceu nos últimos anos em Sr do Bonfim e que, até então era sucesso de público, segurança e organização, não fez jus neste domingo, 2 de setembro e por pouco não terminou em tragédia. O evento que cobra um valor considerável para quem opta pela área vip, deixou faltar bebida, não só na área vip, mas em todo o circuito. Não se encontrava água e nem bebida para quem queria comprar e não se permitia que os foliões pudessem sair para comprar fora. Com a falta de bebida na área vip, parte que garante o  consumo de bebida frete, o público começou a exigir e como não foi sanada a falta das bebidas prometidas, começou a baderna, que não foi contida por não existir segurança suficiente chegando ao ponto de atrapalhar a apresentação do cantor Devinho Novaes, que foi obrigado a parar bruscamente a sua apresentação antes de completar meia hora de show. 
A organização deixou a desejar nesta edição e ainda por cima colocou a vida de milhares de pessoas em risco, pois com o fim precoce do show de Devinho,  começou o quebra-quebra da estrutura e correria. Além do mais, a JS deveria devolver judicialmente o valor proporcional dos ingressos a todos os foliões, pois pagaram para assistir as quatro atrações e não tiveram este direito respeitado. 
Diante de toda a bagunça e desorganização, espera-se que o Ministério Público acione a JS para que seja ressarcido o valor de todos que foram lesados. 
A Prefeitura de Sr do Bonfim, que emite o Alvará e fatura em cima da festa, precisa avaliar os critérios para futuras licenças para esta produtora que desta vez não cumpriu com a fantasia vendida a população festeira.
Fica o repúdio a esta trapalhada, para que este tipo de situação nunca mais volta a se repetir.
Fonte: jaguararionline

Reações:

Postar um comentário

 
Top