Em boa fase, "general" Ednei brinca com apelido e projeta jogo difícil em Mogi
Zagueiro vive bom momento com camisa do Tombense e ganha apelido de torcedores na cidade. Jogador espera que Gavião suporte pressão do Mogi Mirim no Vail Chaves
Generais têm tarefas diferenciadas na hierarquia militar. A eles compete definir estratégias, organizar as tropas e distribuir recursos para vencer as batalhas. No Tombense, um jogador tem feito bem este papel em campo, e a firmeza que tem demonstrado provocou elogios e até um apelido por parte da torcida. É o "general" Ednei, que tem passado confiança ao torcedor alvirrubro nesta Série C.
Ednei foi contratado para o Brasileiro após disputar a Série A2 do Paulista pelo Rio Preto. Começou o campeonato no banco, mas ganhou posição ao lado de Wellington Carvalho na quinta rodada, no empate com Joinville. Desde então, não saiu mais, nem por cartão amarelo.
confira atuação do general no jogo entre tombense e luverdence

– O apelido é bacana, eu nem estava sabendo, o auxiliar que brincou comigo, me chamou de "general". Fico feliz, mas isso é fruto de trabalho. Temos que nos dedicar ao máximo, continuar firmes, buscando sempre o melhor, porque sabemos que no futebol tudo mundo num estalar de dedos. Quero continuar firme para ajudar o Tombense – disse à Rádio Tombos Sonora.
O defensor comentou o desafio deste sábado, às 15h30, contra o Mogi Mirim no Vail Chaves. Segundo ele, é importante que o Tombense suporte a pressão inicial do lanterna do campeonato para aproveitar a necessidade de pontuar do adversário.
– Do lado de lá tem profissionais, a chance de sair da zona de rebaixamento é grande para eles. Vão buscar a vitória em casa, mas tem a parte psicológica. Se conseguirmos segurar o time do Mogi durante os 20 minutos e ter a posse de bola, deixar o time deles nervoso, vamos conseguir fazer o gol. Mas não é chegar lá de qualquer jeito, mole na partida, porque aí eles vão vir com muita vontade e nos surpreender.
Reações:

Postar um comentário

 
Top