Os três homens achados mortos em uma cisterna de um povoado da cidade de Monte Santo, centro norte da Bahia, se afogaram quando faziam uma ligação clandestina para irrigar a plantação de maconha que foi localizada na região, de acordo com a Polícia Civil.

Os corpos de Josevaldo Batista dos Santos, de 49 anos, Claudiomar de Andrade, de 38, e Manoel Astério de Jesus Rios, de 36, foram encontrados no domingo (18). Depois a polícia seguiu as tubulações da irrigação e conseguiu encontrar uma plantação de mais de três mil metros quadrados de maconha, que foi erradicada.

Uma pistola, com 15 munições intactas, também foi encontrada no local. Ninguém foi preso. A 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Euclides da Cunha, instaurou um inquérito para investigar as mortes e se o trio fazia parte de alguma quadrilha de traficantes que age em Monte Santo e região.

A polícia já identificou o dono da propriedade rural em que a maconha era plantada. Um dos mortos, Claudimar, era foragido por roubo.

G1 BA
Reações:

Postar um comentário

 
Top