Diante do time de Medellín, catarinenses querem retribuir carinho recebido do povo colombiano na tragédia; clube solicita uso de camiseta branca na Arena Condá

Chapecó está com o coração aberto para receber o Atlético Nacional na próxima terça-feira, no primeiro jogo da final da Recopa Sul-Americana, na Arena Condá, em Chapecó. A Chapecoense planeja uma série de ações para retribuir o carinho recebido do povo colombiano no período após a tragédia com o avião do time, em novembro do ano passado. 
Estádio Medellín homenagem Chapecoense (Foto: LUIS ACOSTA / AFP)Estádio Medellín ficou lotado para homenagem à Chapecoense na época da tragédia (Foto: LUIS ACOSTA / AFP)


O mote para as ações já foi escolhido: "Somos todos um só coração". Além disso, o clube pede para a torcida ir ao estádio com camiseta branca. O principal cuidado dos catarinenses é com o protocolo da Conmebol. Por ser uma competição oficial, o clube espera o aval da entidade para viabilizar o cronograma. 

- Somos um só coração é o mote da campanha. Mas nada foi definido ainda, pois como é uma competição oficial da Conmebol, temos que esperar. A ideia é ter um filme rodando também nas redes sociais. Mas vamos ver se é possível fazer, pois existem restrições até mesmo de patrocinadores. Branco é uma cor da paz e a ideia é recebê-los muito bem - disse o diretor de marketing João David de Nes.
As homenagens devem começar já no aeroporto de Chapecó. Não há confirmação por parte do município, mas o prefeito Luciano Buligon, que estava na lista de passageiros da tragédia e deixou de viajar com a delegação na última hora, pretende recepcionar o clube colombiano quando este pousar em terras catarinenses. 
Estádio Medellín homenagem Chapecoense (Foto: RAUL ARBOLEDA / STR / AFP)Colombianos também usaram roupas brancas para homenagear brasileiros (Foto: RAUL ARBOLEDA / STR / AFP)
- Estamos conversando a respeito, e o prefeito tem interesse em retribuir o carinho do povo colombiano. Uma série de estratégias está sendo estudada, mas estamos em plena sintonia com a Chapecoense - disse o secretário de esportes do município, Mário Tomasi.

Um duelo entre Chapecoense e Atlético Nacional deveria ter acontecido em novembro de 2016, quando o avião que levava a delegação da Chape para o jogo caiu em solo colombiano deixando 71 mortos. Pouco mais de quatro meses depois de uma das maiores tragédias esportivas da história, os dois times finalmente vão se encontrar. 

A tragédia com o avião da Chape bateu à porta de Medellín, cidade do Atlético Nacional. Na época, milhares de torcedores do time colombiano foram até o estádio Atanasio Girardot prestar homenagens ao clube brasileiro. Uma faixa com os dizeres “uma nova família nasce” foi utilizada no estádio verdolaga. Agora, no Brasil, chegou a vez do Verdão retribuir o carinho recebido pelos irmãos do país vizinho.
Reações:

Postar um comentário

 
Top