Adolescente suspeito de matar a irmã é espancado em cela
Reprodução Menor de 14 anos é espancado após confessar o assassinato da irmão de 10 anos
Após confessar o assassinato da irmã, Thaís da Silva, de 10 anos, o menor de 14 anos que estava detido na Unidade de Internação de Menores foi vítima de um atentado. Os outros internos que dividiam a cela teriam tentando assassinar o adolescente nesta sexta-feira (3).
Os envolvidos foram levados para fazer boletim de ocorrência e depois ao Instituto Médico Legal (IML). O menor suspeito do assassinato teria passado por exame de corpo delito.
Durante uma entrevista, o adolescente teria confessado o crime, porém, negou ter estuprado a irmã. Ele teria relatado que teve alucinações e que via a irmão com o rosto desfigurado, o que o levou a cometer o crime. O suspeito negou ser usuário de drogas e teria dito que toma medicamentos para dormir.
A motivação para o crime seria ciúmes da irmão, por ela ter pai e mãe, e ele, não.
No dia do crime, na última quinta-feira (2), o adolescente chegou a procurar o Conselho Tutelar e informar que a residência, localizada no Village Campestre, teria sido invadida por criminosos.
Os envolvidos no espancamento dentro da Unidade de Internação, um adolescente de 16 e outro de 17 anos, teriam dito que o suspeito de assassinar a irmã “teve sorte de sair com vida”.
Após os procedimentos no IML, o suspeito de matar a irmã e os dois menores citados seguiram para a Delegacia do 2º DP, na Jatiúca. O menor de 14 anos deverá ficar em uma cela isolada para evitar novas tentativas de execução.
Reações:

Postar um comentário

 
Top