Dois jovens morre na tarde deste domingo (12) na cidade de Petrolina no sertão pernambucano após estarem praticando racha.

Informações que chegaram até a redação do Blog Vale em Foco através do aplicativo WhatsApp dão conta que o fato ocorreu na pista de acesso do residencial Nova Petrolina local onde os jovens se reúnem para cometer o crime corrida ilegal/racha. Com pouca fiscalização vários jovens embarcados em motocicletas com direito a platéia arriscam suas vidas e as vidas das pessoas que trafegam naquele trecho, os jovens conhecidos socialmente por "Pedrinho" e "Eduardo" estavam praticando o crime no local e morreram após colidir frontalmente. Dois jovens vinham na contra-mão em alta velocidade quando um deles não conseguiu  desviar e bateu de frente, tendo múltiplas fraturas e traumatismo craniano grave (um deles teve a cabeça aberta ao meio) logo com a gravidade dos ferimentos foram a óbito no local. Os "amigos" e pilotos de racha que estavam no local ficaram chocados com a situação e entraram em desespero e outros logo em seguida fugiram do local. O IML chegou logo depois e removeu os corpos para o setor de necropsias.

Quem pratica racha pode pegar até 10 anos de prisão. Racha pode ser definido como corrida ilegal entre automóveis, que naturalmente coloca em risco a vida dos participantes e de pessoas inocentes que não guardam qualquer relação com a corrida.
Comum nos dias atuais várias prisões de jovens e adultos irresponsáveis que se utilizam de vias públicas e de automóveis algumas vezes alterados para praticarem a ilegalidade.
Na hipótese de racha, o condutor pensa da mesma forma, ou seja, tem ele o pensamento de que nada de errado vai ocorrer.
Nessa hipótese a culpa consciente talvez seja ainda mais latente, pois trata de condutores que possuem afinidade com a direção e com a velocidade de modo que confiam muito em si.

Do: Vale em Foco
Reações:

Postar um comentário

 
Top