Morreu no início da tarde desta quinta-feira (12), Ariel Santos de Jesus de 20 anos, acusado de fornecer as armas do homicídio dos professores em Santaluz. Ele foi morto em decorrência a oposição a intervenção policial.
Segundo a PM, as guarnições da 5ª Companhia e da CETO se deslocaram para cumprimento de mandado de prisão e busca e apreensão na casa de Ariel. Ao realizar incursão na residência, o acusado quando percebeu a ação policial sacou uma arma onde foi necessário para conter a agressão, realizar alguns disparos. Depois de ser atingido, o jovem largou a arma e a guarnição de imediato prestou socorro levando para o Hospital Municipal de Santaluz.
De acordo com a corporação, foram apreendidos na residência um  revólver calibre 32 e tablete de substância semelhante a maconha.
Informações da Guarnição da 5ª Cia Santaluz e CETO
Reações:

Postar um comentário

 
Top