O delegado Fabricio Linard e peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) efetuaram o levantamento cadavérico.
Homem é morto a tiros no bairro Conceição em Feira de Santana
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Moizes do Santos Souza de 31 anos, foi morto a tiros por volta das 13h30 da tarde desta sexta-feira (27) na Rua Mananguape, bairro Conceição em Feira de Santana. A vítima foi alvejada com vários tiros em frente a um centro de beleza e morreu no local.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade 
O delegado Fabrício Linard e peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) efetuaram o levantamento cadavérico. O corpo foi encaminhado para o departamento para ser necropsiado.
Segundo o delegado, Moizes foi alvejado com quatro disparos de arma de fogo e ao lado do corpo dele foram encontrados dois lustres de lâmpada led, supostamente frutos de uma subtração. Ele informou que no portal da Polícia Civil não há registro de passagens por crimes referentes a vítima. Porém, familiares informaram que ele praticava crimes contra o patrimônio. A autoria do crime ainda é desconhecida, assim como o endereço de Moizes.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade 
“Ainda não sabemos autoria. Mas, é possível que tenha vindo do dono dos objetos subtraídos ou se ele for dado a essa vida de furtos e roubos pode ter vindo de uma outra situação que ele tenha praticado. São hipóteses”, afirmou.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade 
Fabrício Linard observou também o horário e as circunstâncias do crime. Ele salientou que a violência e os crimes estão acontecendo em qualquer horário e em qualquer lugar.
“Não tem horário, nem dia, nem local para ocorrer um crime. Onde menos imaginamos está acontecendo. O crime não está mais escolhendo a vítima, nem lugar, nem hora”, finalizou.
 
Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.
Reações:

Postar um comentário

 
Top