Márcia ao lado do esposa, acusado de sua morte (Foto: Blog do Walterley Kuhim)
                Márcia ao lado do esposa, acusado de sua morte (Foto: Blog do Walterley Kuhim)Márcia ao lado do esposa, acusado de sua morte (Foto: Blog do Walterley Kuhim)
Uma notícia pegou a sociedade bonfinense de surpresa nesta quinta-feira (04). Segundo o BLOG DO WALTERLEY KUHIM, o advogado Dr. Pedro Cordeiro informou que o ex-investigador da Polícia Civil, João Macedo dos Santos, acusado de matar a esposa Márcia Regina de Sousa Macedo, na época com 29 anos de idade, deverá ganhar a liberdade nas próximas horas.
O crime aconteceu em outubro de 2011 na residência do casal, na Travessa Castro Alves, Bairro do Mercado. A vítima, morreu, segundo laudo da Polícia Técnica, após uma verdadeira sessão de tortura e espancamento. Depois de cometer o crime, João limpou o local para não deixar vestígios e levou o corpo para as margens da estrada que liga Bonfim ao município de Antonio Gonçalves para forjar um acidente e tentar enganar a polícia.
O crime ganhou grande repercussão e protestos de familiares e amigos da vítima foram feitos na cidade, pedindo por justiça. Em ato publicado no Diário Oficial do Estado, a Secretaria de Segurança Pública demitiu João Macedo, após concluir inquérito sobre o caso.
É bom lembrar que João Macedo dos Santos ainda não foi a júri popular. Agora, é aguardar a decisão do Tribunal de Justiça do Estado sobre a soltura do ex-policial.

Reações:

Postar um comentário

 
Top