Participação de paratleta em jogos está ameaçada após furto.
Equipamento foi furtado quando ele emprestou para irmã, em Juazeiro.



Do G1 BA, com informações da TV São Francisco










Um paratleta ciclista de Juazeiro, no norte da Bahia, teve a bicicleta adaptada furtada na terça-feira (26), a pouco mais de um mês dos jogos paralimpícos. A participação de Ulberte Oliveira no torneio está ameaçada após o crime.
Atleta treina profissionalmente há 4 anos (Foto: Reprodução/TV São Francisco)Atleta treina profissionalmente há 4 anos
(Foto: Reprodução/TV São Francisco)
"Para eu conquistar ela [bicicleta] foi muita luta. Já tem 15 anos eu correndo, quatro profissionalmente. É muito duro você batalhar e uma pessoa pegar sua bike. Nem tanto pelo valor, mas pelo que eu suei para conquistar", lamenta o paratleta.
A bike é avaliada em R$ 30 mil. O equipamento foi doado há três meses pela Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro e por uma empresa patrocinadora. Só existem dez bicicletas adaptadas como essa no país.
Ele prestou queixa na polícia e amigos compartilham informações para recuperar. Ulberte conquistou a vaga há dois meses. O paratleta, que é especialista nas categorias "estrada" e "contrarelógio", foi selecionado para participar no circuito oval.
Bike adaptada é avaliada em R$ 30 mil (Foto: Reprodução/TV São Francisco)Bike adaptada é avaliada em R$ 30 mil
(Foto: Reprodução/TV São Francisco)
A bicicleta foi furtada quando ele tinha emprestado para a irmã ir até o Centro de Cultura em Juazeiro. "Quando acabou meu ensaio, que era de 9h às 11h, quando eu saí, a bicicleta não estava", cona Thaise Silva.
Quem tiver informações sobre a bicicleta do paratleta pode ligar para a Delegacia de Furtos e Roubos de Juazeiro, por meio do telefone 74 3613- 8220. Os jogos paralimpícos acontecem de 7 a 18 de setembro no Rio de Janeiro (RJ).
Reações:

Postar um comentário

 
Top