Veja os estragos causados pelo temporal histórico que atingiu SP
Segundo a Defesa Civil, 12 pessoas ficaram feridas e outras 17 estão desabrigadas
Pelo menos 17 pessoas morreram no Estado de São Paulo em decorrência das chuvas que atingiram a região entre a noite de quinta-feira (10) e a manhã desta sexta-feira (11). Dessas, 15 mortes ocorreram na Grande São Paulo e duas em Itatiba, no interior do Estado. 
Segundo o Corpo de Bombeiros, 13 pessoas morreram por deslizamentos de terra — sendo nove em Francisco Morato e quatro em Mairiporã — e duas por afogamento, uma em Guarulhos e outra em Cajamar.
Segundo a Defesa Civil do Estado, 12 pessoas ficaram feridas e outras 17 estão desabrigadas. Francisco Morato, Mairiporã, Franco da Rocha, Cajamar, Caieiras, Guarulhos e São Paulo foram os municípios mais atingidos.
No interior, o temporal também deixou estragos. Em Várzea Paulista e Jundiaí, 11 mil domicílios ficaram sem energia, segundo a concessionária CPFL Piratininga. O temporal em Sorocaba causou o transbordamento do Rio Sorocaba e deixou sob as águas parte de um bairro e da principal avenida da cidade. Deslizamentos interditaram casas Cabreúva e Alumínio.
governador de São Paulo, Geraldo Alckmin(PMDB), cancelou todos os compromissos de sua agenda, nesta sexta-feira (11), e está em contato com os prefeitos das cidades atingidas pelas chuvas. À tarde, Alckmin sobrevoará os municípios afetados, informa sua assessoria de imprensa.
Na foto, alagamento no centro de Caieiras, na
Grande São Paulo. Pessoas ficaram ilhadas,
veículos ficaram submersos e alguns foram arrastados pelas águasDe acordo com o Corpo de Bombeiros, 13 mortes foram por deslizamento de terra — sendo nove em Francisco Morato e quatro em Mairiporã — e duas por afogamento, uma em Guarulhos e outra em Cajamar
A pista expressa da Via Dutra, que
liga São Paulo ao Rio de Janeiro, ficou bloqueada no km 191, sentido Rio, na
altura da cidade de Santa Isabel (SP). Uma queda de barreira provocou a
interdição no início da madrugada desta sexta-feira, informou a
concessionária NovaDutra
Na foto, ponto de alagamento na Rua piemonteses, no Jardim do Lago, em São Paulo (SP), nas proximidades do acesso à Raposo Tavares
*Com informações da Agência Estado
Reações:

Postar um comentário

 
Top