Alberto Wu/Futura Press 
Num desdobramento inesperado e espetacular acerca da nomeação do ex-presidente Luis Inacio Lula da Silva como ministro, o juiz Sergio Moro divulgou o conteúdo de conversas telefônicas grampeadas entre a presidente Dilma Rousseff e Lula onde ambos discutiam o uso de um “termo de posse” em caso de necessidade. 
Segundo a interpretação de Moro, as conversas deixam claro que a nomeação de Lula era para evitar uma possível prisão do agora ministro da Casa Civil.
Ver as imagens
Reprodução
Sergio Moro disse que vai encaminhar para o Supremo Tribunal Federal toda a investigação sobre Lula quando estiver com o termo de posse de Lula, cuja oficialização como ministro veio numa edição extra do Diário Oficial.
A pressão agora passará ao Supremo, que deverá decidir quem deve continuar a avaliar o caso: o próprio Moro, em Curitiba, o ministério público de São Paulo ou outra solução dada pela instituição máxima do Poder Judiciário. 
O ex-presidente Lula reagiu e vai à Justiça para combater a medida que julga ilegal. “Moro não tem competência para tomar essas decisões”, afirmou o advogado do atual ministro da Casa Civil, Cristiano Zanin.
fonte: br.noticias.yahoo.com
Reações:

Postar um comentário

 
Top