img_8712img_8712
A Ciel, empresa que administra a carreira de Cláudia Leitte, conseguiu aval do Ministério da Cultura para captar, via Lei Rouanet, R$ 356 mil (o pedido inicial foi de R$ 540 mil) para o lançamento de um livro sobre a cantora, de acordo com as informações do colunista Lauro Jardim, para o Jornal O Globo.
O projeto inclui um livro com “entrevista exclusiva” com a cantora, letras e partituras dos seus principais sucessos, além de fotos inéditas. O relatório que o ministério aprovou garante que “trata-se de uma obra de cunho jornalístico, com entrevista com a artista não só sobre a sua trajetória, mas também impressões sobre o cenário da música nacional e estrangeira. Mais: “a obra gera, neste sentido, impacto cultural positivo”. A obra será lançadas em dois idiomas.
A Ciel faz ainda previsões bem detalhadas ao Ministério da Cultura: O livro será lido por 20 mil pessoas – partindo do pressuposto que 10 lerão a mesma unidade – e 500 pessoas comparecerão ao lançamento do livro, que será em São Paulo, sem livraria definida.
Entenda a lei
Com a justificativa de fomentar a cultura do país,  através da Lei Rouanet, o governo federal abre mão de impostos – que, por via de regra, retornaria ao cidadão -, para que o dinheiro, ao invés dos cofres públicos, ganhe como destino projetos culturais – segundo avaliação do MinC. (Correio24Horas)
Reações:

Postar um comentário

 
Top