Raquel Santos tinha 28 anos, era casada e tinha dois filhos. 'Consequência de uma vaidade exagerada', disse a melhor amiga, Débora Azevedo.

Raquel Santos (Foto: Marcos Mello/ Divulgação)Raquel Santos (Foto: Marcos Mello/ Divulgação)
Raquel Santos, uma das finalistas do concurso Musa do Brasil, morreu após se submeter a um procedimento estético, no fim da tarde desta segunda-feira, 11.
A jovem de 28 anos, que é de Niterói, no Rio, mas representava Mato Grosso no Musa do Brasil, era casada e tinha dois filhos - de 13 e 7 anos. Foi o marido dela que informou à organização do concurso sobre sua morte.
O velório de Raquel está sendo realizado na Capela 4 do cemitério Parque da Paz, em São Gonçalo, desde a manhã desta terça, 12. O enterro está marcado para as 16h.
Segundo o organizador do Musa do Brasil, Eduardo Graboski, Raquel estava com viagem marcada para São Paulo na semana que vem, onde iria cumprir compromissos profissionais.
Débora Azevedo, melhor amiga de Raquel, falou ao EGO sobre a modelo pouco antes de chegar ao velório. Emocionada, ela disse que a finalista do Musa do Brasil foi vítima da vaidade. "Ela estava muito preocupada com a estética. Fazia tudo escondido das amigas para a gente não brigar porque não tinha necessidade. Ninguém está acreditando até agora", falou.

Apesar da vontade de Raquel em fazer operações estéticas, Débora diz que a modelo temia  os procedimentos. "Ela morria de medo de cirurgia, mas fazia mesmo assim tamanha a preocupação dela com a beleza. Além disso, fazia todos os tratamentos estéticos que existem como bronzeamento artificial, drenagem linfática. Era bem vaidosa. A alimentação era saudável, mas ela não fazia uma dieta exagerada. Malhar ela malhava religiosamente, malhava muito", contou.
"Ela morria de medo de cirurgia"

A consultora de vendas disse que esta não foi a primeira intervenção estética de Raquel e não soube dizer quantas plásticas a amiga já tinha feito. "Sei que ela já tinha operado o nariz e colocado silicone. Quando ela colocou silicone a acompanhei no hospital e não achei fora do normal porque hoje em dia é tão comum... Mais do que isso era loucura porque não precisava", comentou.
Marido desaprovava procedimentos
Segundo a amiga da modelo, o marido de Raquel, Gilberto de Azevedo, também discordava das intervenções. "Ele nunca aprovou essas cirruigia, mas respeitava. Desde a primeira operação ele discordou porque achava desnecessário. A mãe dela, dona Penha, é evangélica e só orava por ela porque a Raquel tinha uma personalidade muito forte. Se botava algo na cabeça, tinha que fazer", falou.
Sobre o concurso, Débora disse que Raquel não esperava ganhar. "Ela não tinha expectativa de ganhar, mas estava deslumbrada pela experiência e pelo rumo que a vida dela estava tomando. Ela dizia que estava satisfeita em estar lá e aprender com as demais concorrentes. Ela sempre foi muito humilde", contou. Nos últimos tempos, Raquel vinha tentando perder peso. "Já tinha um tempo que ela queria 'secar' porque como ela sempre malhou muito, começou a achar que estava inchada para fazer fotos e entrou nessa neurose de que precisava 'secar'. Ela queria ficar mais natural. Para mim ela já tinha perdido bastante peso, estava com braço e rosto mais finos, mas para ela, não", lamentou.
"A verdade é que não dá para mudar o que Deus criou. Eu não sei detalhes do que deu errado no procedimento dela, mas acho que isso tudo foi consequência de uma vaidade exagerada", desabafou.
 
Raquel Santos (Foto: Marcos Mello/ Divulgação)Raquel Santos (Foto: Marcos Mello/ Divulgação)Do EGO, no Rio
Reações:

Postar um comentário

 
Top