O internauta pode votar através do link e ajudar a candidata a vencer esse importante concurso.

Ingrid Thais a oitava da fila é de Riachão do Jacuípe. Foto: Betto Jr: Correio.
Ingrid Thaís a oitava da fila é de Riachão do Jacuípe. Foto: Betto Jr: Correio.
As doze candidatas ao título de Rainha do Carnaval de Salvador foram apresentadas na última segunda-feira,18, no Mercado do Rio Vermelho, em Salvador, ao som de samba, em voz e violão, para fazer jus aos cem anos do ritmo, que será tema da folia soteropolitana este ano. Enfileiradas num tablado, em cima de um salto 15, as finalistas – negras, loiras, pardas e morenas – traduziam bem a mistura de etnias da mulher baiana e precisaram provar, acima de tudo, que têm muito gingado. “É claro que a beleza é importante, mas quem quer vencer precisa saber o que significa o concurso. Precisa ter carisma, ser competente, ter boa comunicação, estar inteirada com o Carnaval baiano”, diz a diretora artística do projeto, Cissa Brito.
Ano passado a jovem foi a Musa do Jacuipense no Campeonato Baiano.
Ano passado a jovem foi a Musa do Jacuipense no Campeonato Baiano.
As doze finalistas concorreram com outras 22 no total de 34 candidatas, entre elas a estudante de Riachão do Jacuípe, Ingrid Thaís,21 anos, que pode vencer esse concurso com a sua ajuda curtindo aqui(Click).
Ingrid já participou da Musa do Baianão pelo Jacuipense e desfile da Rainha da Vaquejada de Serrinha. Segundo os produtores da musa, Rafael e Chico da Empresa Hadassa Produções, até o pugilista e ex-deputado federal Acelino Popó Freitas está apoiando a estudante jacuipense.
O prêmio para a vencedora é no valor de R$ 10 mil patrocinado pelo Fórum Internacional de Comunicação da Ecologia e Turismo (Ficet). .
O público pode votar através do site (www.rainhadocarnavalsalvador.com.br). A bem colocada na web, diz a organização do evento, leva para a final dois pontos de bonificação que serão adicionados à nota dos jurados. A votação final com a escolha da Rainha acontece na próxima quarta-feira, 27, às 20h, no Fiesta Bahia.
O ingresso custa uma lata de leite em pó, que será revertida para uma instituição.
Redação Correio/Calila Noticias
Reações:

Postar um comentário

 
Top