Não há informações de nenhum assassino envolvidos nos três crimes, preso.

Em dois dias já foi registrado 10% de todo homicídio do ano passado.
Em dois dias já foi registrado 10% de todo homicídio do ano passado.
2016 chegou e com eles números preocupantes na segurança pública da Cidade do Ouro. O ano novo se mostra atípico, com três homicídios registrados em apenas 48 horas. Para termo de comparação, nestes dois dias de 2016 se registrou 10% das mortes violentas registradas em todo o ano de 2015 na cidade, quando foram cometidos 30 homicídios.
Os índices mostram que neste início de ano Jacobina está a frente em número de assassinatos de municípios que tradicionalmente sempre foram superiores nos índices de criminalidade, como Juazeiro e Irecê. Nestas duas cidades, nenhum crime de morte aconteceu até o momento, em Juazeiro no ano passado, ocorreram 128 homicídios, numero próximo ao registrado em Petrolina, PE, onde 135 homicídios foram registrados.
primeiro dia do ano assassinato em jacobina
Henrique primeiro a morrer em 2016 na cidade de Jacobina
O primeiro homicídio aconteceu na noite de sexta-feira, 1º. Por volta das 19h um homem de prenome Henrique foi assassinado a tiros na Rua José Pinho de Freitas no Bairro Caixa D’água. Segundo informações, dois homens é um veículo abordaram a vítima na rua e efetuaram pelo menos 6 disparos.
Edson foi esfaqueado em povoado e morreu ao dar entrada no hospital
Edson foi esfaqueado em povoado e morreu ao dar entrada no hospital
O segundo caso foi na noite de sábado, 2, e teve como vítima Edson de Jesus, 23 anos. Ele foi esfaqueado no povoado de Palmeirinha. O jovem foi socorrido por populares para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, onde já deu entrada por volta das 23h35.
O terceiro era acusado de homicídio em 2014 na mesma cidade.
O terceiro era acusado de homicídio em 2014 na mesma cidade.
O terceiro homicídio também na noite de sábado, tendo como vítima Magnaldo Vilas Boas Junior, de 28 anos. Ele foi assassinado com vários disparos de arma de fogo depois de sair de um bar na rua Costa e Silva, no bairro dos Índios.Junior teria voltado para Jacobina há algum tempo depois de ter passado uma temporada fora da cidade. Ele era acusado de um homicídio ocorrido no dia 14 de agosto de 2014, praticado contra Rogério Souza da Silva, conhecido como Rogério “Pintor”, que era seu amigo e foi assassinado com mais de 30 facadas na Travessa Alberto Torres casa Nº 41 no bairro dos Índios, próximo a APAE.
Não há informações de nenhum assassino envolvidos nos três crimes, preso.
Redação CN * informações A Bahia Acontece e Augusto Urgente!
Reações:

Postar um comentário

 
Top