Funcionária de loja disse que ele falava língua e achou ser árabe. Homem disse estar em nome de Deus e negou explosivo.
Do G1 Petrolina

Um homem, de 37 anos, foi conduzido à delegacia na tarde desta quarta-feira (13) depois de ameaçar explodir uma bomba no shopping de Petrolina, PE.
Ele teria abordado uma funcionária perguntando sobre os seguranças que ficavam em uma outra unidade da loja em que ela trabalha, localizada no centro da cidade. Em depoimento à Polícia Civil, a mulher informou que o homem disse ainda que iria matá-la ao acionar uma bomba e começou a falar em uma língua diferente, que ela achou ser árabe. Os seguranças do shopping foram chamados e ligaram para a delegacia. O homem foi detido e encaminhado para ser ouvido.
Em depoimento, ele afirmou que não se lembra do que teria dito, pois era "usado" por Deus, que o permitia falar "várias línguas". O suspeito não estava com qualquer dispositivo que levasse a crer que fosse uma bomba. De acordo com o delegado Daniel Moreira, o homem tem problemas mentais. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado em seguida.
Reações:

Postar um comentário

 
Top