Na noite desta segunda-feira, soldados do Exército Brasileiro, integrantes da 6ª Região Militar, estiveram na Serra de Carnaíba em Pindobaçu, onde oficialmente liberaram o retorno da extração de esmeraldas.

Segundo informações, foram 3 meses e 20 dias de interdição, onde muitos dos garimpeiros passaram necessidades com a paralisação. Ainda de acordo com informações, dois garimpeiros já identificados estavam desviando dinamites, que eram repassados para quadrilhas de assalto a agências bancárias.

Com a interdição, milhares de pessoas foram prejudicadas na Serra da Carnaíba, Carnaíba de Baixo e na região de divisa com Campo Formoso. Em um texto publicado no aplicativo WhatsApp, o presidente da CMB (Cooperativa Mineral da Bahia) Walderey de Souza, agradeceu ao deputado estadual Adolfo Viana e ao Prefeito de Pindobaçu, Marlon André, pelo luta no retorno das atividades minerais.

Segundo o nosso correspondente Sandro Santana, as dinamites apreendidas foram devolvidas pelo Exército para a cooperativa e armazenadas de volta no Paiol, que é o depósito principal dos explosivos, de onde é comercializados para os garimpeiros. Sandro diz que mesmo sem dinheiro no bolso, a comunidade terá um Natal feliz, com a boa notícia da reabertura do garimpo.



*Augusto Urgente
Reações:

Postar um comentário

 
Top