Coordenador do abrigo não conseguiu localizar nenhum parente do idoso
Um idoso de 83 anos foi abandonado pela família em um abrigo no bairro de Tubarão, na capital baiana. Manoel Ito Oliveira Conceição foi deixado no local, há um mês, pelo filho Miguel Jeremias Borges Conceição, que desapareceu
Um idoso de 83 anos foi abandonado pela família em um abrigo no bairro de Tubarão, na capital baiana. Manoel Ito Oliveira Conceição foi deixado no local, há um mês, pelo filho Miguel Jeremias Borges Conceição, que desapareceu
Foto: Reprodução Record Bahia
O coordenador do abrigo, Luís Santana, explicou que o idoso chegou à casa de repouso a pedido do Hospital Mário Leal. O filho fez a ficha do pai e disse que tinha esquecido um documento no carro. O rapaz saiu para buscar o papel e não voltouO coordenador do abrigo, Luís Santana, explicou que o idoso chegou à casa de repouso a pedido do Hospital Mário Leal. O filho fez a ficha do pai e disse que tinha esquecido um documento no carro. O rapaz saiu para buscar o papel e não voltou
Santana disse que foi até a casa do idoso, no bairro de Castelo Branco, em
Salvador, e ficou sabendo que o filho já tinha vendido o imóvel onde o idoso
morava.    
— Fomos na casa dele, pois o paciente estava perguntando (pelo filho).
Ao chegar lá, em Castelo Branco, a moça informou que a casa foi vendida. A casa
do idoso foi vendida pelo filho e ele não mora mais lá
Santana disse que foi até a casa do idoso, no bairro de Castelo Branco, em Salvador, e ficou sabendo que o filho já tinha vendido o imóvel onde o idoso morava.     
— Fomos na casa dele, pois o paciente estava perguntando (pelo filho). Ao chegar lá, em Castelo Branco, a moça informou que a casa foi vendida. A casa do idoso foi vendida pelo filho e ele não mora mais lá
Foto: Reprodução Record Bahia
O idoso revelou ainda que morava com os filhos e, emocionado, afirmou
não saber o motivo de ter sido abandonado.

  
— Estou com saudades dos meus filhos. Peço a Deus que Ele bata no
coração dele pra ele vir me buscar aqui
O idoso revelou ainda que morava com os filhos e, emocionado, afirmou não saber o motivo de ter sido abandonado.   
— Estou com saudades dos meus filhos. Peço a Deus que Ele bata no coração dele pra ele vir me buscar aqui

O coordenador do abrigo não conseguiu entrar em contato com a família do idoso e o número de celular deixado pelo filho estava incorreto. A pessoa que atende diz não conhecer Manuel. Além disso, Santana afirmou que Miguel não deixou nenhum documento original do pai.   
— Não deixou cartão (banco e beneficio), não deixou nada
Reações:

Postar um comentário

 
Top