Seleção segura ímpeto dos chilenos até 27 minutos da etapa final. Vargas e Sánchez garantem triunfo. Brasil volta a jogar na terça-feira, contra a Venezuela, em Fortaleza

O Chile entrou como campeão, o Brasil entrou como seleção que vem acumulando eliminações em jogos decisivos. As posturas de cada equipe não deixaram dúvidas sobre quem teria mais chances de conquistar a vitória. Deu Chile, 2 a 0 com justiça, a favor do time que propôs o jogo, sobretudo após a entrada de Mark González e a mudança do 3-5-2 para o 4-3-3. Os campeões da Copa América passaram a dominar as ações e tornaram a próxima rodada fundamental para o Brasil neste início de caminhada rumo à Copa do Mundo de 2018. Na terça-feira, os pentacampeões mundiais receberão a Venezuela, em Fortaleza. A missão: sair do zero. No placar e no futebol.
NADA DURA PARA SEMPRE
Dia histórico para os leitores do GloboEsporte.com que têm até 15 anos. Eles viram o Chile ganhar do Brasil pela primeira vez. A invencibilidade da equipe pentacampeã durava 15 anos, 14 jogos, 11 vitórias e três empates, mas chegou ao fim no gols de Vargas e Alexis Sánchez, após cruzamento de Matias Fernández. Os campeões da Copa América não venciam a seleção brasileira desde 2000, quando fizeram 3 a 0, também em Santiago, e também pelas Eliminatórias. 


Reações:

Postar um comentário

 
Top