Atacante entra no intervalo, com equipe perdendo, e define vitória de forma relâmpago, para surpresa de Guardiola. Dante recebe homenagem na volta a Munique
Lewandowski comemora seu quinto gol pelo Bayern de Munique no jogo (Foto: AFP)
Se Pep Guardiola soubesse que Lewandowski estava tão inspirado nesta terça-feira, talvez não o tivesse deixado no banco de reservas. Pois bastou o polonês entLewandowski entrou e resolveu o problema do Bayern, que no primeiro tempo teve posse de bola, mas finalizou mal e viu o Wolfsburg ser mais eficiente ao abrir o placar com Caligiuri. O polonês parecia enfeitiçado. Teve de tudo: oportunismo na pequena área, chute de longe e até um belíssimo voleio. A cara de bobo que Guardiola fez não foi à toa - ninguém fez tantos gols em tão pouco tempo na história das quatro principais ligas europeias (Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália).
Guardiola Bayern de Munique (Foto: Reuters)Guardiola não esconde a admiração com os gols de Lewandowski (Foto: Reuters)
Em 2013, ainda pelo Borussia Dortmund, Lewandowski fez quatro gols sobre o Real Madrid, numa semifinal de Liga dos Campeões. Na ocasião, balançou as redes três vezes em 16 minutos. O polonês gosta de marcar em sequência...
Azar da zaga brasileira do Wolfsburg. Recém-contratado, Dante fez seu retorno a Munique. Recebeu homenagem antes do jogo, matou as saudades dos antigos companheiros e fez um bom primeiro tempo, ao lado do compatriota Naldo. Mas não conseguiu segurar o ímpeto de Lewandowski na etapa final. 
Com a goleada, o Bayern mantém os 100% de aproveitamento na Bundesliga. São 18 pontos em seis rodadas, na liderança do torneio - o Borussia Dortmund pode recuperar o primeiro lugar caso vença o Hoffenheim fora de casa na quarta-feira. O Wolfsburg é o terceiro colocado, com 11 pontos. 
Dante Wolfsburg Bayern de Munique (Foto: EFE)
Dante e Naldo fazem a marcação em Müller, apagado. O problema foi contra Lewandowski (Foto: EFE)rar em campo no intervalo para que um jogo complicado ficasse fácil: o artilheiro marcou cinco gols em nove minutos e definiu a vitória por 5 a 1 sobre o Wolfsburg, em Munique, para admiração e surpresa do treinador dos bávaros. 


Reações:

Postar um comentário

 
Top